Uzanto-Diskuto:555

El Vikifontaro
Salti al navigilo Salti al serĉilo
Dankon!
Saluton, 555, bonvenon al Vikifontaro

Ĉi tio estas via diskutpaĝo, kiu utilos por ricevi mesaĝojn de la aliaj uzantoj, kaj respondi ilin. Por sendi novan mesaĝon al alia uzanto bonvolu iri al ties diskutpaĝo. Tiel, li rimarkos la informilon "Vi havas novan mesaĝon". Skribu vian mesaĝon en la fino de la diskutpaĝo kaj ne forgesu subskribi ĝin tajpante ~~~~ aŭ uzante la butonon Via subskribo kun tempstampoVia subskribo kun tempstampo. Vi disponas ankaŭ pri paĝo de uzanto, kie vi povas meti informojn pri vi mem kaj pri viaj interesoj, listigi la lingvojn, kiujn vi komprenas ktp.

Agrablan kunlaboradon deziras al vi CasteloBrancodiskuto 22:06, 24 Apr. 2011 (UTC)

Re:=O[redakti]

Grande Lugusto, que bom ler sua mensagem. Bom, como deve ter notado, o projeto acabou de ser lançado em domínio próprio, estava em teste, no oldwikisource, por muito tempo. Abri o pedido no Meta, aguardei pacientemente pela aprovação e criação, que duraram mais de um ano. Mas cá estamos nós, e nesse momento, ainda sem muitas das políticas e orientações consolidadas. Ainda assim, vou tentar responder suas dúvidas e apresentar minhas opiniões, quando não houver decisão do projeto a respeito, mas deixarei claro quando isso ocorrer, separando opiniões pessoais de decisões do projeto.

O Esperanto surgiu em domínio público. Antes de existirem as licenças Creative Commons, já na virada para o século XX, seu criador deixou explícito, no primeiro livro escrito descrevendo as regras da língua, que o projeto era patrimônio da humanidade e que ele abria mão de quaisquer direitos de autor. Isso encorajou muitos escritores a fazerem o mesmo. Existe uma certa afinidade entre os esperantistas e as licenças livres (inicialmente, domínio público). Isso já não faz diferença para as primeiras obras, que já teriam entrado em domínio público por outras razões (o autor morreu há mais 70 anos, obras publicadas há mais de 100), mas pelo efeito que pode ter nos autores atuais, entende? Porém, apesar dessa disposição dos esperantistas, há muito desconhecimento sobre os procedimentos necessários, e muitas obras recentes não apresentam declarações compatíveis de licença. Algumas por decisão do autor, o que é natural, mas muitas por puro desconhecimento. Eles consentem com a livre distribuição, uso, modificação, etc. mas não o fazem por escrito. Estou ciente de que teremos um trabalho de recolher autorizações, estimular o uso da CC-BY-SA nas novas publicações, etc. Mas, respondendo sua pergunta 2, estou começando pelas obras iniciais, em domínio público, de fácil verificação. Criei a {{info}} para apresentar os detalhes da obra, inclusive sua fonte, veja por exemplo aqui. Ainda faltam predefs para as diferentes licenças. Também falta definir os procedimentos de revisão (proofread) e confirmação das licenças (falta página de definição dos tempos de entrada em domínio público). Concordo e acato os seus comentários na pergunta 1 e sobre o índice de autores (ainda não temos domínio próprio, pedi a criação no bugzilla de outros dois mais urgentes, para o proofreading, mas parece que não tem ninguém em casa). Existem outros usuários, especialmente o steward Jafeluv, que ajudou muito com proofreading ainda no oldwikisource (a extensao não está funcionando aqui, porque faltam os domínios Index e Page), e o RG72, um dos proponentes do projeto, e também alguns eventuais. Nenhum outro lusófono, até onde sei.

Agora, o que é minha opinião: não há nenhuma incompatibilidade com projetos em outras línguas, nacionais ou não, e acho a iniciativa do Wikisource Volapük perfeitamente válida. Se quiserem ajuda com manutenção, com categorias, predefinições, interwikis, posso ajudar (só não falo a língua, então não posso ajudar com edições no principal, p.ex,). Não estou tentando "competir" com ninguém e nem acho isso saudável. Pode ser mais útil que todas essas outras línguas que brasileiros se interessem em usar (além do português) se reúnam em um esforço comum, para discutir práticas, estratégias de divulgação, etc. Todo esperantista é, por natureza, um defensor da diversidade lingüística e eu não sou exceção, embora essa discussão ainda não tenha ocorrido aqui, por pura falta de quorum. Mas estou bem certo de que a comunidade esperantista e as comunidades dos projetos em Esperanto iriam apoiar a criação de outros projetos em outras línguas. Com a estrutura que propus chamar Wikimedia Brazilo, ela certamente seria parte de um todo, jamais concorrente. E pretendo incluir urgentemente as línguas indígenas do Brasil. Faço parte de um grupo de trabalho sobre wikis em línguas minorizadas, estive em um encontro em Barcelona e Perpignan com o pessoal dos projetos em catalão, basco, aragonês e occitano no mês passado. A ideia é a mesma, e conversamos sobre isso lá. Eles reforçaram a iniciativa de unir todas as línguas minorizadas do Brasil em um grupo de trabalho análogo aqui, dentro da WMBR. Sou a favor da estrutura de chapter, mas também de outras formas de associação. Não sei por que não estamos participando disso. O Brasil é muito grande, e podia perfeitamente abrigar um chapter, um "descapítulo" (como o Everton chama), uma "Partner Organization" (uma organização esperantista poderia ser uma) e outras formas de relacionamento com organizações de missão similar (Centros de Cultura Digital, organizações de software livre, etc.)

Bom, isso está ficando muito longo, vou parar por aqui, mas fico feliz pela proposta de ajuda e vou disponibilizar o que for necessário para que o projeto decole. Vou começar por ler o material do pt.wikisource. Se quiser conversar com os demais editores na Esplanada, fique à vontade para escrever em português, que eu faço a tradução. Estou aqui diariamente. Grande abraço. CasteloBrancodiskuto 22:35, 24 Apr. 2011 (UTC)